quarta-feira, janeiro 03, 2007

lixo personalizado

Faxina no quarto é sempre uma faxina mental. E estou sempre precisando fazer as duas. Mas demoro, adio. É que acredito haver “uma certa ordem na bagunça”. Mas é preciso haver momentos de faxina. De organizar, de se organizar, de jogar fora, de guardar melhor, de cuidar melhor. Faxinando meu quarto encontrei umas anotações antigas e sentimentos antigos. “Como eu era exagerada”- pensei e ri de minhas intensas letras escritas em papel amarelado (nem tanto) borradas por gotas de água salgada caídas em tinta fresca. E achei outras, mais outras, espantei-me com algumas e senti até pena da pessoa que havia escrito e ri de novo. Mania de me rir. Deve ser uma tentativa de rebater as rugas provocadas pela mania de me chorar. Peguei os papéis para jogar fora, junto com as outras quinquilharias. Mas desisti, era parte de mim naquele lixo personalizado. E guardei de novo. Mas e se alguém resolvesse fazer uma faxina surpresa? Não joguei fora. Uma vez me disseram que os amantes e os serial killers têm muito em comum – no fundo querem ser descobertos. Não que meus lixos fossem de crimes, castigos ou amores (não todos), mas talvez eu, do meu jeito bagunçado, também esteja deixando pistas.

4 comentários:

André Luiz disse...

Lembro que no começo da facul vc era meio marxista! Encontrou o manifesto comunista na bagunça? Siga as pistas. Tomara que vc se descubra um dia!

mariana disse...

adorei, moça.
essas pistas devem ser guardadas sempre...

beijo.

Cris disse...

Ai Sussy, eu to precisando de uma faxina geral tbm... cansei de mim mesma. Não me aguento mais.
Bom, pelo menos, como vê, vc me convenceu, afinal, ano novo, vida nova!!!! não importa a opinião alheia!
bjs!!!

Leo disse...

Só não se esqueça de que em todo lixo há um tanto considerável de luxo! =)

E, claro, as pistas são sempre necessárias... é a gente gritando por dentro, pedindo para que nos descubram, implorando para que evitem o constrangimento de termos de arrancar as nossas próprias máscaras...

"Quítemonos la máscara/No quiero disfrazarme más/Tú me dirás después, si ahora que me ves/Me quieres todavía"


Bjo!!!