sexta-feira, dezembro 21, 2007

Feras de estimação

Todos temos bichos dentro de nós. E gostamos de criá-los, alimentá-los, levá-los pra passear. Tem aqueles que ficam lá, presos na gaiola, e os que estão sempre soltos. Dóceis ou vorazes, alguns são mais perigosos que os outros. De tão reais, ganham nomes, sobrenomes, codinomes. São presos à coleira e trancados no porão, com a chave enferrujada sempre sob o velho tapete. Aqueles bichos que você alimenta de vez em quando e está sempre estudando a possibilidade de soltar. Mas como de costume, eles permanecem e de tanto serem nutridos com todo tipo de besteira do mundo, crescem anêmicos, porém pesados demais pra você carregar. É hora de abrir porões e gaiolas e procurar outros refúgios de estimação. Fins de ano são ótimos pra isso.

Um comentário:

mariana paiva disse...

To querendo soltar os bichos, mas não acho a chave das gaiolas!