quinta-feira, janeiro 24, 2008

Coisa de quem?

- Aonde a gente tá indo?
- Pra lá. Não é o combinado?
- Eu não combinei nada.
- Combinaram pra gente.
- Eu não tô sabendo, só tô indo...
- É o que você sempre pensa.
- Sempre o grande controlador, né?!
- Não acredito em você.
- Eu que não acredito em você.
- Essa eterna mania de achar que tudo tem um porquê...
- Claro que tem. Inclusive essa conversa.
- Lá vem você de novo.
- Shhhhh... Quieto. Ela vem vindo.
- Depressa... É a vez de quem?
- Par...
- Impar...

E assim, num golpe de sorte, o Acaso e o Destino disputam cada segundo da sua vida.

2 comentários:

LAS PUBLICISTAS TIENE FUEGO. disse...

Entre o acaso e o destino segue a trilha inconstante da existência.

Adorei o texto.

E nosso amado e esperado blog?

Vamo q vamo! Colocando as palavras pra fora, como quem limpa a alma.

Gabriela disse...

Oi! Por um Acaso a gente podia se encontrar qualquer dia desses, hein?
Bjimmmm!!!