domingo, fevereiro 17, 2008

Bolsa de valores

Vamos?! Estou esperando... O que vocês estão fazendo aí dentro? Quero vocês aqui fora, agora! Desculpa, não sou a chefe de vocês, eu sei. É que essa coisa toda ainda me confunde. Vamos, por favor; tenho tanta coisa pra fazer. Já sei, é ciúme, né?! Não precisam ficar com ciúmes não. Eu amo vocês mil vezes mais. Não, não estou fazendo contas de novo. É só uma maneira de falar... Eu não mudei minha “maneira de falar”. Eu sempre disse isso. Culpa minha? Fiz tudo acreditando em vocês. E agora estão me deixando. Olha só, estou aos prantos e não consigo derramar uma lágrima. Não podem ir embora assim, sem mais nem menos. Não... Isso não é sinal de nada, que coisa... Olha aí! Vocês me sumindo de novo. Eu preciso de vocês. Não, eu pensei nisso antes sim. Coloquei vocês cuidadosamente na bolsa, vocês lembram que eu até chorei numa proporção incalculável. Já disse que é maneira de falar. Juros que não vou repetir. Eu não disse juros, disse juro, prometo... Nossa, vocês estão muito literais. Estamos perdendo muito tempo, e vocês sabem: “times is...”. Desculpa. Tudo bem, eu deixei vocês muito tempo aí, mas é que foi tanta correria... Não, eu não gosto mais deles... Os números são frios, denotativos. No dia que acharem que não estão rendendo comigo, simplesmente me deixam, vazia. Vocês não, são diferentes, é com vocês que eu conto quando eu mais preciso... Não, não sejam literais de novo! Olha aí, estou chorando... Estou chorando!! Obrigada... Não tenho palavras para agradecer... Quer dizer, agora eu tenho! Mas depois eu falo, estamos atrasadas.

3 comentários:

Na toca do coelho disse...

caraca

podes crer q eu amei isso. E fique tranquila elas não vão te deixar, fazem parte do q vc é! Não tem mais volta. Elas ficam latentes, mas sempre se manifestam.

Bjão pra ti

Cris disse...

Também amei suas palavras, Sussy!

Na toca do coelho disse...

novas coisas novas no meu blog...

bjo
mariana, a paiva!