sexta-feira, março 23, 2007

Dèjá vu

Dê, já vou.
Já vi.
Já vai?
Já.
Vi?
De, já vou.
Já vi.
Já vai?
Já, Vi.
Dê...
Já vi.
Vai.

4 comentários:

Djalma Madureira Jr disse...

eu já vi! hehe!

obrigado pelo post, Sussy!
coisas legais por aqui tb!

Ju disse...

Mto Bom Su, adoro seus poeminhas! O mais estranho, tive um De Ja Vu que eu acho que foi o último. Dizem que é uma simulação de algo já programado que você traçou antes de nascer e que é confirmado nessa espécie de flashback ao contrário (seria um fashahead?). Mas este foi o último, e eu vou explicar depois.
Beijos, saudades!! Lindos textos!

mariana disse...

vida complicada dona moça,
só se eu postar a monografia.

criatividade em baixa.

bjo

Ju disse...

Escrevi meu texto sobre Deja vu e batizei o título de deja vu. Aí, lendo seu blog, lembrei do seu poema, deja vu. Seria isto um plágio? Me tira essa dúvida! hehehe
bjos